sábado, 4 de julho de 2015

Se não fosse amor...




 
Se não for por amor
Não valeu a dor.
Se não é pra ser feliz...
Sem sorrisos, sem o sim quase
Que correspondido.
Se não for pra ser assim...
Chega de dito pelo não dito
E este amor sempre retido.
E se não for pra ser realmente amor, tudo bem...
Paremos então de supor.
Mas sei que é amor, pois se não fosse eu
Já teria desistido...
Cilneia Felippe.

2 comentários:

  1. Ah, Neia!

    No seu poeminha-Um sim-simples mas profundo ao amor-que envolve inúmeras vertentes-mas a do amor paixão-é basilar para o projecto de felicidade de quem sonha e ama, na sua paixão indiável pela vida e pelas suas contradições. Em vez do frio de vestir muita roupa, aqui o calor de praia e do mergulho, Um Abraço caloroso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que delícia...Adoro calor e poder usar poucas roupas...O inverno é lindo, mas fico muito mais cansada.

      Excluir