domingo, 9 de janeiro de 2011

A espera do dia...


Chegou a noite e com ela a escuridão, o fim da claridade aflora os
meus delírios adormecidos numa total insanidade.
É na noite que os meus melhores sonhos e piores pesadelos
aparecem e desaparecem para o meu desespero...
Devaneios custam o meu descanso e eu que te cuidei,
ganho de descaso o seu muito obrigado, sem mais nem entretanto.
A noite é longa estou a espera do novo dia e de uma nova
aurora, que traga a clareza, não só de luminosidade mais de certeza
que a escuridão se foi,e que hoje é o meu agora...
Cilneia Felippe

10 comentários:

  1. Ah Neinha linda. Toda nova aurora apaga os pesadelos e traz luz para os sonhos. E vc já é a própria luz. Lindo poema. Amei. Bjosssssss cor de rosa

    ResponderExcluir
  2. Que essa escuridão jamais volte,,,,beijos de bom dia pra ti querida e otima semana.

    ResponderExcluir
  3. Lindo. Quero poder tranformar os dias de sonho em realidade. Sucesso :)

    ResponderExcluir
  4. Um belissmo dia pra ti querida amiga,,,paz e carinho sempre...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Oi Néia, ontem eu estava a comentar com Carol:
    A Néia me entende tanto, parece que sempre os comentários dela são a continuação do meu post, sabe aquela parte que sempre fica faltando? pois é: você complementa.
    Nada como a luz do sol para fazer uma limpeza total.
    Obrigada linda.

    11 de janeiro

    ResponderExcluir
  7. E nada como uma manhã ensolarada pra dar esperanças a um peito que anteriormente viveu uma tempestade!

    Você faz um jogo delicioso com as palavras!

    Um beijão da Aprendiz.

    ResponderExcluir
  8. Um dia todo lindo e cheio de carinho e poesia pra ti amiga...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  9. Lindo texto, muito inspirador por sinal, principalmente quando se lê devagar, que foi o que eu fiz na segunda vez que o li,rs.
    Bjos Néia!

    ResponderExcluir
  10. " ...a espera do novo dia e de uma nova
    aurora, que traga a clareza, não só de luminosidade mais de certeza
    que a escuridão se foi,e que hoje é o meu agora..."
    (Cilneia Felippe)

    Adorei isso, mui belo! Parabéns!
    beijo da Marisa

    ResponderExcluir